UNIVERSIDADES SÉNIORES: ACONTECIMENTOS, TRABALHOS, ETC.

20
Abr 15

LOGO_R PENA.jpg

Estórias e Contos Tradicionais Portugueses

 

A ponte de Arame

A Ponte de Arame sobre o Rio Tâmega liga as freguesias de Ribeira de Pena e Santo Aleixo d’Além Tâmega. É uma construção do século XX, datada de 1913, e deveu-se à necessidade de ligação entre as duas margens ao longo do Inverno, quando o caudal do Tâmega encobre as diversas poldras e açudes e torna a travessia por barca perigosa.

Quando esta ponte foi construída, apenas existia nas proximidades um pontão entre Balteiro e Viela, o Ponderado, que facilmente fica submerso impedindo a ligação entre os habitantes das duas margens.

Trata-se de uma ponte de madeira suspensa em cabos de arame retorcido, hoje substituídos por cabos de aço, com portais de pedra em ambas as margens.

A sua travessia, devido a estas características, revela-se uma experiência inesquecível, complementada pela paisagem bucólica que o Rio Tâmega oferece.

Foi uma travessia importante até à construção da nova ponte de pedra em 1963, cem metros a montante, que serve hoje a E.M. 312.

De acordo com a lenda, a sua construção foi motivada pela falta de bacalhau por altura da Consoada, num ano em que o rio impossibilitou o seu fornecimento.

Foi então engendrado um plano para a colocação de uma corda a ligar as duas margens, que possibilitaria o fornecimento do desejado bacalhau por meio de uma roldana.

A tentativa de ligar as margens, no entanto, terá saído gorada pela falta de potência dos foguetes utilizados para lançar a corda, ou a falta de engenho dos intervenientes de então.

Ex-líbris do concelho, é um local de passagem obrigatório e integra o Roteiro Camiliano em Ribeira de Pena.

 

Ditos, Ditados e Provérbios Portugueses

 

“Em Abril, lavra as altas, mesmo com água pelo machil.”

“Em Abril, vai onde deves ir, mas volta ao teu cuvil.”

“Inverno de Março e seca de Abril, deixam o lavrador a pedir.”

“Não há mês mais irritado do que Abril zangado.”

“No princípio ou no fim, costuma Abril a ser ruim.”

“Quando vem Março ventoso, Abril sai chuvoso.”

 

Sugestão de Culinária

Bolo de Ananás

BOLO ANANAS.jpg

 

 Ingredientes: 

  • 3 colheres de sopa de caramelo líquido
  • 7 rodelas de ananás em calda
  • 7 cerejas em calda (não usei)
  • 250gr de manteiga
  • 300gr de açúcar
  • 5 ovos
  • limão (raspa)
  • 290gr de farinha Branca de Neve
  • 1 colher (chá) de fermento em pó

Preparação:

Unte uma forma de 23 cm e forre o fundo com papel vegetal. Unte-o e polvilhe tudo com farinha.

Coloque o caramelo no fundo e as rodelas de ananás.

No centro de cada coloque uma cereja e reserve.

Misture bem a manteiga com o açúcar até deixar de sentir o granulado.

Junte-lhes os ovos e a raspa de limão.

Por fim, junte-lhes a farinha peneirada com o fermento e coloque a massa por cima do ananás.

Leve a cozer no forno a 190ºC, por 40 minutos.

Retire depois de cozido, deixe arrefecer bem e vire para um prato de servir.

 

Poesia

 

A chuva

Gostámos de ti, ó chuva, de Primavera,

Dizendo coisas que só nós entendemos!

A tua delicadeza nos surpreende

Num gesto  

Cai a chuva de mansinho

Da janela ouvimos sussurrar

A nossa Universidade promete

Que veio para ficar

 

Ó chuva que aquece

Ó chuva que arrefece

Ó chuva que entranha

Nos Corações de quem lhe apetece

A chuva é a água do rio Tâmega

É como a água da fonte

Corre, corre sem parar

Nas serras de Trás- os - Montes

 

Sugestão de Fim de Semana / O que visitar na minha Cidade?

 

Caminhada Trilho do Ourigo

 

O trilho do Ourigo é um percurso de pequena rota (PR) de tipologia circular, com início e fim em Montalegre.

Passa por diversos pontos de interesse, entre os quais caminhos antigos dos pastores e por núcleos rurais de Torgueda da Chã, Castanheira de Chã, Cambeses do Rio e o famoso Fojo do Lobo do Avelar, que consiste numa armadilha de caça para lobos.

Coberto de vegetação e formado por duas paredes de pedra que convergem para um buraco empedrado com cerca de 2 metros de altura, recordando os tempos em que o lobo era temido na serra. 

É um percurso maioritariamente florestal, que nos faz atravessar paisagens verdejantes, áreas de carvalhal, manchas de arvoredo autóctone e campos de cultura.

Podemos ser surpreendidos por uma enorme diversidade de aves florestais e de rapina, assim como, de mamíferos (açor, o gavião, o pica-pau, águia-de-asa-redonda e a águia-cobreira o corço, o lobo, a geneta e o esquilo).

É de realçar, também, os contatos geológicos que este percurso nos proporciona, com especial destaque para as alternâncias entre o xisto e o granito ao longo do percurso.

Ponto de encontro:

9H00 Capela de Nossa Senhora das Treburas

Coord. GPS: 41°48'20.28"N ; 7°48'3.62"W

Duração:

8h | 18 km 

Dificuldade:

Médio / Alto

8 euros por pessoa 6 euros associados Bastomove.te

Inclui: 

Seguro, Reforço alimentar,

Guia local

Nota:

Trazer almoço leve para meio da caminhada

Pagamento:

No local de encontro

Inscrições obrigatórias até dia 1 de Maio através:

Ficha de Inscrição: http://goo.gl/forms/0NmjlPwUgV

natourtracks@gmail.com

ou através do 918839027

 

Foto da Semana

 

FOTO.jpg

 

 

publicado por IDADE MAIOR às 23:50

LOGO.jpg

 

Estórias e Contos Tradicionais Portugueses

Era uma vez…

Os primeiros periódicos que se publicaram em Rio Tinto

 

“Em trinta anos houve nesta freguesia sete jornais. “O Gondomarense”e o “Eco Popular “foram, provavelmente, os primeiros que se publicaram cá. Aquele fundado em 1893 e este não se sabe bem quando, mas ambos tiveram como diretor o Snr. Alfredo Pereira, farmacêutico e professor.

Para além dos dois já mencionados, e para que os riotintenses saibam, existiram mais os seguintes, entre os anos de 1911 e 1923:

-“ARION”, de Chão Verde, fundado em 01/05/1923 deixando de se publicar cerca de 3 meses depois, mais exactamente em 22 de Agosto; foi seu director Luis Guedes de Oliveira e editor Júlio V.Ramos; era quinzenário de arte e saíram só cinco números.

-“O COMBATE”. Semanário político, Director e Editor Carlos Amaral. Começou a pubicar-se em 16/04/1911 e terminou os seus dias em 27/10/1912. Ainda foram directores deste jornal J. Marques Moura, Camilo de Oliveira e Duarte Carrilho.

-“IDEAL DA MOCIDADE”. Quinzenário literário, noticioso e humorístico. Foi director Amândio António da Silva e editor Mário Barreto. Saíram 23 números, o 1º em 31/07/1921 e o último em 04/06/1922.

-“A MOCIDADE ALDEÔ . Quinzenário. Foi seu director Ferreira dos Santos e editor João Guedes Cardosa. Saíram 15 números, o 1º em 15/01/1923 e o último em 15 de Setembro do mesmo ano.

-“O PROGRESSO DE GONDOMAR”. Terá sido publicado em Rio Tinto? Nâo há elementos que permitam mais esclarecimentos para além do seu nome! Pelo menos que eu saiba.

Uma (infeliz) característica comum a todos eles foi a sua curta duração, o que parece ser apanágio, mesmo hoje em dia, de muios jornais de imprensa regional e local. Obviamente que, a acrescentar a estes há o neófito ARAUTO DE RIO TINTO, para o qual se deseja mais longa vida.

Texto de Junho/94 , in “Uns nadas de tudo” de Joaquim dos Santos Marinho

 

EST 1.jpg

 

EST 2.jpg

 

EST 3.jpg

 

EST 34.jpg

 

 Ditos, Ditados e Provérbios Portugueses

 

Qual destes provérbios poderá traduzir a pouca duração dos 1ºs periódicos em Rio Tinto?

  

Bem sabe mandar quem bem sabe obedecer.

 

Faz-se a roupa conforme o pano.

 

Não sabe governar quem a todos quer contentar.

 

A ambição cerra o coração.

 

Muita cobiça e muita diligência, pouca vergonha e pouca consciência.

 

Em Abril, vai onde tens de ir e a casa vem dormir.

 

Recolha e Compilação de Alfredo Cabral

 

 Sugestão de Culinária

 

Já que esta semana a temática é a imprensa…os periódicos,

cá vai  uma receita retirada do” Jornal O Tempo”

 

(em português do Brasil)

 

Parece, mas não é…

Musse "de chocolate" de abacate

 

MUSSE.jpg

 

Ingredientes

2 abacates médios maduros

2 colheres (sopa) de adoçante culinário (ou o açúcar que preferir)

4 colheres (sopa) de cacau em pó (ou alfarroba em pó)

 

Corte o abacate ao meio e retire a polpa. Em um recipiente, bata o abacate, utilizando um mixer ou liquidificador, até formar um purê liso. Adicione o adoçante, o cacau e misture até ficar um creme uniforme.

 

Poesia

 

Jornal, longe

 

Que faremos destes jornais, com telegramas, notícias,

anúncios, fotografias, opiniões...?

 

Caem as folhas secas sobre os longos relatos de guerra:

e o sol empalidece suas letras infinitas.

 

Que faremos destes jornais, longe do mundo e dos homens?

Este recado de loucura perde o sentido entre a terra e o céu.

 

De dia, lemos na flor que nasce e na abelha que voa;

de noite, nas grandes estrelas, e no aroma do campo serenado.

 

Aqui, toda a vizinhança proclama convicta:

"Os jornais servem para fazer embrulhos".

 

E é uma das raras vezes em que todos estão de acordo.

 

Cecília Meireles, in 'Mar Absoluto'

 

Sugestão de Fim de Semana / O que visitar na minha Cidade?

 

As alunas Carolina Moreira e Ilda Gomes apresentaram

uma sugestão de fim de semana.

Ora vejamos o que nos trazem:

Visitar e conhecer PIÓDÃO

CONHECER PIODAO.jpg

Onde fica?

ONDE FICA 1.jpg

 

DIARIO.jpg

 

XISTO.jpg

 Habitação típica

HABITAÇÃO TIPICA.jpg

 

1.jpg

 

2.jpg

 Memória Coletiva de um povo…

MC 1.jpg

 

MC 2.jpg

 

MC 3.jpg

 

MC 4.jpg

 

MC 5.jpg

 

MC 6.jpg

 

Nós as duas fomos a PiÓDÃO!

Um dia destes vamos todos! Muito belo!

 

  

Foto da Semana

 

foto.jpg

 

 

publicado por IDADE MAIOR às 23:07

LOGO.jpg

Estórias e Contos Tradicionais Portugueses

Retirado de: http://www.infopedia.pt/$lenda-dos-tripeiros

lenda.jpg

 Ditos, Ditados e Provérbios Portugueses

 Autor: António Mordido (pesquisas na Internet)

 DITOS.jpg

 

Sugestão de Culinária

 Autor: Turma 1. Pesquisado na Internet

 

RECEITA 1.jpg

 RECEITA 2.jpg

 

RECEITA 3.jpg

 Poesia

 Autor: Turma 3, pesquisado na Internet

 

POESIA.jpg

 

Sugestão de Fim de Semana / O que visitar na minha Cidade?

FDS 1.jpg

 

FDS 2.jpg

 

FDS 3.jpg

  

Foto da Semana

Autor: Turma 3, pesquisado no Google Imagens

 

“Os animais são nossos amigos...”

 

FOTO.jpg

 

publicado por IDADE MAIOR às 21:15

Abril 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16

22
23
24
25

26
27
29
30


APOIO
LOGO PENELA
arquivos
subscrever feeds
mais sobre mim
ENTIDADE PROMOTORA
LOGO PT FUNDAÇÃO1
UNIVERSIDADE SÉNIOR DE PENELA
pesquisar
 
blogs SAPO