UNIVERSIDADES SÉNIORES: ACONTECIMENTOS, TRABALHOS, ETC.

07
Mai 15

LOGO.jpg

Estórias e Contos Tradicionais Portugueses

Pesquisado na Internet e apresentado por: Turma 2

ESTORIA1.jpg

 

Ditos, Ditados e Provérbios Portugueses

Autor: António Mordido (pesquisas na Internet)

DITO.jpg

 

Sugestão de Culinária

Autor: Turma 1. Pesquisado na Internet

CULINARIA 1.jpg

CULINARIA 2.jpg

 

 

Poesia

Autor: Turma 3, pesquisado na Internet

POESIA.jpg

 

 

Sugestão de Fim de Semana / O que visitar na minha Cidade?

Apresentado por António Mordido, pesquisado na Internet

FDS.jpg

  Veja aqui:

http://www.museudoscoches.pt/

  

 

Foto da Semana

Autor: Turma 4, pesquisado no Google Imagens

 

Há sombras e “sombras”!?!? Já foi ao Cristo Rei ( de Almada?!?)

 

FOTO.jpg

 

publicado por IDADE MAIOR às 13:46

LOGO USG.jpg

 

Estórias e Contos Tradicionais Portugueses

 

Significado e História do 1º de Maio, Dia do Trabalhador

 

ESTORIA.jpg

1 de maio é o Dia do Trabalhador, data que tem origem a primeira manifestação de 500 mil trabalhadores nas ruas de Chicago, e numa greve geral em todos os Estados Unidos, em 1886. Três anos depois, em 1891, o Congresso Operário Internacional convocou, em França, uma manifestação anual, em homenagem às lutas sindicais de Chicago. A primeira acabou com 10 mortos, em consequência da intervenção policial. São os factos históricos que transformaram 1 de maio no Dia do Trabalhador. Até 1886, os trabalhadores jamais pensaram exigir seus direitos, apenas trabalhavam.

ESTORIA 1.jpg

No dia 23 de abril de 1919, o Senado francês ratificou as 8 horas de trabalho e proclamou o dia 1º de maio como feriado, e um anos depois a Rússia fez o mesmo.

No Brasil é costume os governos anunciarem o aumento anual do salário mínimo no dia 1 de maio.

No calendário litúrgico celebra-se a memória de São José Operário por tratar-se do santo padroeiro dos trabalhadores.

Em Portugal, os trabalhadores assinalaram o 1.º de Maio logo em 1890, o primeiro ano da sua realização internacional. Mas as ações do Dia do Trabalhador limitavam-se inicialmente a alguns piqueniques de confraternização, com discursos pelo meio, e a algumas romagens aos cemitérios em homenagem aos operários e ativistas caídos na luta pelos seus direitos laborais.

Com as alterações qualitativas assumidas pelo sindicalismo português no fim da Monarquia, ao longo da I República transformou-se num sindicalismo reivindicativo, consolidado e ampliado. O 1.º de Maio adquiriu também características de ação de massas. Até que, em 1919, após algumas das mais gloriosas lutas do sindicalismo e dos trabalhadores portugueses, foi conquistada e consagrada na lei a jornada de oito horas para os trabalhadores do comércio e da indústria.

Mesmo no Estado Novo, os portugueses souberam tornear os obstáculos do regime à expressão das liberdades. As greves e as manifestações realizadas em 1962, um ano após o início da guerra colonial em Angola, são provavelmente as mais relevantes e carregadas de simbolismo. Nesse período, apesar das proibições e da repressão, houve manifestações dos pescadores, dos corticeiros, dos telefonistas, dos bancários, dos trabalhadores da Carris e da CUF. No dia 1 de Maio, em Lisboa, manifestaram-se 100 000 pessoas, no Porto 20 000 e em Setúbal, 5000.

Ficarão como marco indelével na história do operariado português, as revoltas dos assalariados agrícolas dos campos do Alentejo, que tiveram o seu grande impulso no 1.º de Maio de 62. Mais de 200 mil operários agrícolas que até então trabalhavam de sol a sol, participaram nas greves realizadas e impuseram aos agrários e ao governo de Salazar a jornada de oito horas de trabalho diário.

Claro que o o 1.º de Maio mais extraordinário realizado até hoje, em Portugal, com direito a destaque certo na história, foi o que se realizou oito dias depois do 25 de Abril de 1974.

ESTORIA 2.jpg

O Dia do Trabalhador também tem sido tubulento na Turquia, muitas vezes violento e mortal. Este ano fica marcado por uma originalidade : o regime não quis proibir diretamente a manifestação tradicional na PraçaTaksim. Mas começou uma renovação completamente desproporcionada para impedir a chegada a concentração de trabalhadores e intelectuais no local histórico.

No Japão, o 1° de maio é comemorado a… 23 de novembro, desde 1948. É chamado de Kinrou Kansha no Hi ( きんろうかんしゃのひ / 勤労感謝 の日), que traduzindo seria “Dia da Ação de Graças ao Trabalho“.

Muito antes de ser considerado o Dia do Trabalhador, 1 de maio foi dia de outros factos históricos.

  • Em 1500, Pedro Álvares Cabral tomou posse da Ilha de Vera Cruz (atual Brasil), em nome do Rei de Portugal.
  • Já em 1707, passou a vigorar o Tratado de União, que transformou os reinos da Inglaterra e da Escócia em Reino Unido. A ópera ‘As Bodas de Fígaro’, de Mozart, estreou em Viena, Áustria, neste dia, em 1786. E em 1834 foi abolida a escravatura nas colónias inglesas.
  • No primeiro dia de maio de 1960, iniciou-se uma crise diplomática entre antiga União Soviética e osEUA, com o abate do U-2, um avião espião norte-americano, pilotado por Francis Gary Powers.
  • O automobilismo sofre uma grande perda num 1° de maio: em 1994, no Grande Prémio de San Marino, o brasileiro Ayrton Senna sofreu um acidente grave e morreu no mesmo dia.
  • A 1 de maio de 2004, a União Europeia cresceu, com a entrada de mais dez países: República Checa, Hungria, Chipre, Eslováquia, Polónia, Eslovénia, Estónia, Letónia, Lituânia e Malta.
  • E em 2011, 1 de maio foi dia da beatificação do Papa João Paulo II, exatamente no dia em que Barack Obama disse “We got him”, referindo-se ao terrorista Osama Bin Laden, capturado e morto numa operação norte-americana, no Paquistão.
  • Nasceram neste dia Jean de Joinville, escritor francês (1225), Aleksey Khomyakov, poeta russo (1804), e Sidónio Pais, presidente da República de Portugal (1872).

 

Ditos, Ditados e Provérbios Portugueses

 

Grão a Grão…

“Grão a grão enche a galinha o papo”

DITO.jpg

Este provérbio refere-se às pequenas coisas da vida que poderão ser amealhadas se forem sendo recolhidas, por mais pequenas que sejam, como um grão de milho.

Tal como a galinha que ficará de papo cheio se for comendo os pequenos grãos de milho, se formos juntando todos os dias (por exemplo) o valor de um maço de tabaco num mealheiro, ao fim de um ano estará no mealheiro uma boa quantia que dará para ser gozada com uma viagem de férias.

 

Sugestão de Culinária

 

Marmelada de Maçã

MARMELADA.jpg

Ingredientes:

1,200 kg de maçã já descascada e descaroçada

750 gr. de açucar

1 pau de canela

Sumo de limão

 

Preparação:

Colocar a maçã já descascada e descaroçada num recipiente com o açucar, o sumo de limão e 1 pau de canela e levar ao lume. Não é necessário juntar água.

Depois de começar a ferver, deixar cozer em lume brando á volta de 30 minutos, mexendo sempre, até a maçã estar desfeita. Retirar o pau de canela e passar com a varinha mágica, se necessário levar novamente a lume brando, mexendo para engrossar um pouco ou até atingir a consistência desejada.

Colocar em taças e deixar secar durante uns dias, tapando posteriormente com papel vegetal molhado em aguardante.

Nota: esta marmelada fica mais clara do que a marmelada de marmelo e não conserva por muito tempo, mas fica muito boa e pode-se fazer em qualquer altura do ano! 

 

Poesia

 

Poema ao 1º de Maio

 

1° de Maio, 

do sol vê-se o raio 

arauto da vida, 

bandeira estendida, 

com a negra divisa 

que o povo organiza. 

Um mundo de amor 

que extingue o opressor, 

termina com a guerra, 

socorre a terra 

da morte eminente 

sob a forma doente 

do mal capital, 

que recebe o aval 

dos vampiros sedentos 

pelos jovens rebentos, 

sacrificados no rito, 

trabalhando ao apito 

que aciona à alvorada, 

e ao fim da jornada, 

quando o sol já se pôs. 

E a um barraco depois 

seguem rumo inseguro, 

um caminho escuro 

onde esperam soldados 

por patrões ordenados.

Mas alguns não arreiam, 

e indignados semeiam 

nos tijolos pioneiros, 

de corpos guerreiros, 

a justiça que escavam, 

e os braços trabalham 

no levante da massa 

em defesa da causa. 

Frutificai do martírio 

nos campos ó Lírio, 

pois em vão não partiram 

e com gloria caíram 

em Chicago a tiros, 

misturados aos gritos. 

Foram com dignidade 

com firmeza e coragem, 

pois naqueles valentes 

os cães obedientes 

dispararam com fúria. 

Mas para além da penúria 

seus irmãos solidários, 

não mais solitários, 

organizavam mais firmes 

suas marchas sublimes, 

da redenção o ensaio: 

O 1° de Maio.

                                                                Jaguarape

 

            Homenagem ao Trabalhador

 

Obrigado ao agricultor por cultivar a terra

e dela tirar o nosso sustento, nosso alimento.

Obrigado ao professor que transmite o

conhecimento com amor.

Obrigado ao médico que trata a doença

Com paciência.

Obrigado ao operário

Que todos os dias o sonho constrói.

Obrigado ao padeiro

Que com amor prepara

O pão quentinho de cada dia.

Obrigado ao jornalista e ao jornaleiro

Que leva a notícia fresquinha

O dia inteiro.

Obrigado ao motorista

Que com atenção

leva o passageiro.

Obrigado ao dentista

Que trata do sorriso do brasileiro.

Obrigado ao carteiro que leva

A correspondência, a carta

Ao destino certeiro.

Obrigado a todos os trabalhadores

E trabalhadoras que fazem deste país

Um lugar melhor e mais feliz.

 

Sugestão de Fim de Semana / O que visitar na minha Cidade?

 

Museu Romântico da Quinta da Macieirinha

 

FDS.jpg

 

Também designada por Quinta do Sacramento ou Quinta da Macieirinha, esta casa de campo de finais do século XVIII foi adquirida pela Câmara Municipal do Porto, em 1972, para aí ser criado o museu.

O espaço museológico pretende recriar ambientes interiores de uma casa abastada do século XIX, abordando as estéticas, os modos e os costumes relacionados com o Romantismo, a cidade do Porto Oitocentista, assim como perpetuar a memória de Carlos Alberto de Sabóia, rei da Sardenha e príncipe do Piemonte.

Esta figura romântica, que a cidade do Porto recebeu com o coração, veio a morrer nesta quinta, a 28 de julho de 1849, triste, doente e exilado da sua pátria.

 

Horário: seg-sab 10:00-17:30 dom 10:00-12:30 (últimas admissões 12:00)/14:00-17:30 (últimas admissões 17:00) Encerrado: Feriados

  

Foto da Semana

 

FOTO.jpg

 Foto tirada por Eugénia Fernandes em Gramido, Gondomar

Ponte do Freixo, com vista sobre o Rio Douro e a Cidade do Porto

 

publicado por IDADE MAIOR às 13:31

Maio 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13
14
15
16

17
18
20
21
22
23

24
25
27
28
30

31


APOIO
LOGO PENELA
arquivos
subscrever feeds
mais sobre mim
ENTIDADE PROMOTORA
LOGO PT FUNDAÇÃO1
UNIVERSIDADE SÉNIOR DE PENELA
pesquisar
 
blogs SAPO